Pesquisa personalizada

TV e VÍDEO

««« DOIS CLIQUES PARA ASSISTIR EM TELA CHEIA »»»

Atualização nos Satélites

Dica

:- SE OS VÍDEOS ESTIVEREM TRAVANDO, ASSISTA EM TELA CHEIA !!!!

«« RTP Internacional - PORTUGAL »»





















































sexta-feira, 13 de julho de 2012

A primeira foto publicada na Web

As Horríveis Cernettes na primeira foto publicada na Web : Foto musiclub.web.cern.ch  
Tem 20 anos e mostrava as Cernettes. A imagem não era grande coisa, mas fez história

Faz 20 anos aquela que se apresenta como a primeira foto publicada na World Wide Web. Era uma imagem das Horríveis Cernettes, uma banda de sátira às girls bands. A imagem não é grande coisa e as Cernettes também não arrastam multidões. Mas fizeram história.

Estávamos em 1992, quando a internet dava os primeiros passos. No CERN, o Laboratório Europeu para a Pesquisa Nuclear que foi notícia há poucos dias por ter encontrado o bosão de Higgs, um cientista britânico queria ir mais longe. Tim Berners-Lee estava a colocar em prática um sistema de hipertexto que permitia colocar a informação a circular facilmente na internet através de um navegador, um browser. Era o princípio da World Wide Web.

E aqui entram as Cernettes. A banda era composta por profissionais do CERN ou namoradas de técnicos que lá trabalhavam: aliás, o seu nome completo é «Les Horribles Cernettes», a sigla do LHC, o acelerador de partículas que é a imagem de marca do laboratório. E o seu «manager» e compositor de algumas das músicas era Silvano de Gennaro, engenheiro no CERN e o outro protagonista desta história.

A 18 de Julho de 1992, elas actuaram no «Hardronic Music Festival», um evento anual no clube musical do CERN, em Genebra, e no final Silvano tirou a tal foto, para usar na capa do disco que iam editar.

Tim Berners-Lee também era amigo deles. Partilhavam todos igualmente o gosto pelo teatro, e atuavam juntos na companhia amadora associada ao CERN. E um dia Berners-Lee lembrou-se de pedir a Gennaro uma imagem das Cernettes para testar a nova funcionalidade que estava a desenvolver na sua ainda primitiva Web: fazer upload de imagens. Até então, a sua equipa tinha testado apenas colocar gráficos simples.

Gennaro passou a foto por um «scanner», tratou-a no seu Mac com a primeira versão do Photoshop, e passou o ficheiro .gif ao programador que trabalhava com Berners-Lee, Jean-François Groff. E lá foi ela para a Web, publicada no site dedicado às atividades musicais do CERN. É verdade, as Cernettes, que continuaram a existir com outras formações, também se gabam de ter sido a primeira banda com uma página na net.

Gennaro contou ao site «Motherboard» que ao princípio não percebeu qual era a ideia de meter uma imagem das Cernettes numa plataforma que era apenas usada para troca de informação entre cientistas e que «era só texto». «Não, vai ser divertido», respondeu Berners-Lee.

E este foi o momento de viragem que a foto das Cernettes simboliza. Ela representou o início de uma mudança de rumo profunda na lógica da internet. «Para convencer a administração de que devíamos ligar o CERN à internet e não apenas a redes de proprietários, tivemos de lutar para os convencer como seria útil. Por isso é que só lá colocávamos coisas sérias. Então foi uma espécie de revolução dizer «Agora vamos fazer alguma coisa divertida com isto», resume Groff, ao «Motherboard».

Sem comentários:

Enviar um comentário

Canales Deportes y Películas

««« SAT TOTAL REPLAY »»»

Arquivos do BLOG

CANAL SAPO VÍDEOS

Atualize por e-mail