Pesquisa personalizada

TV e VÍDEO

««« DOIS CLIQUES PARA ASSISTIR EM TELA CHEIA »»»

Atualização nos Satélites

Dica

:- SE OS VÍDEOS ESTIVEREM TRAVANDO, ASSISTA EM TELA CHEIA !!!!

«« RTP Internacional - PORTUGAL »»





















































sábado, 7 de julho de 2012

Todas as Nossas Senhoras

Esta lista de invocações de Nossa Senhora, relaciona os nomes pelos quais Maria, mãe de Jesus Cristo é reverenciada pela fé católica, trazendo ainda a justificação para sua adoção.

Histórico

Desde os primeiros séculos, os cristãos têm dedicado especial reverência à Virgem Maria, Mãe de Jesus Cristo.

As primeiras representações iconográficas da Virgem Maria são as encontradas nas catacumbas romanas representando a Virgem Orante, ou seja , sozinha, em pé e de braços abertos. Também há representações suas em cenas retiradas da Bíblia ou dos Evangelhos Apócrifos. Com as resoluções do Concílio de Éfeso, condenando o nestorianismo, houve um grande incentivo ao culto da Virgem Maria, destacando-se o seu papel de Mãe de Deus (Θεοτοκος). Desde então, as representações da Virgem com o Menino Jesus, foram se tornando cada vez mais comuns.

A devoção dos povos foi criando uma série de invocações, pelas quais estes mesmos povos devotavam sua devoção à Mãe de Deus. Estas invocações, conforme sua origem, podem ser de três naturezas:

Litúrgica: compreende as invocações criadas pela Igreja e estão relacionadas ás comemorações litúrgicas.

Histórica: compreende, de modo abrangente, as invocações surgidas ao longo da história do cristianismo, referindo-se, geralmente, aos lugares onde determinado culto da Virgem Maria foi iniciado.

Popular: compreende as invocações surgidas da devoção popular, conforme as necessidades.

Diz a tradição que as primeiras imagens da Virgem Maria, sejam as pinturas das catacumbas, sejam os ícones e mosaicos bizantinos, foram baseados no ‘’’retrato da Virgem’’’, pintado por São Lucas. Quanto à representação iconográfica, ela se baseia nas fases da vida de Maria:

Infância

Imaculada Conceição

Encarnação do Verbo de Deus

Maternidade

Paixão de seu Filho

Glorificação

Veneração a Maria

Na Igreja há dois tipos de culto o de latria e o de dulia. O culto de latria (λατρεια) é o culto de adoração, prestado somente a Deus, como supremo Senhor de toda vida e de todo o universo, confessando que absolutamente tudo depende dele.

O culto de dulia (δουλεια) é o culto de veneração, prestado aos santos e, estando a Virgem Maria acima de todos na corte celeste, é-lhe prestado um culto especial de veneração, chamado hiperdulia (‘υπερδουλεια).

A Mariologia, instituída como uma das bases da fé Católica Romana, fez surgir ao longo dos tempos, diversas formas de devoção àquela que chamam de Nossa Senhora, com diversas denominações.

Invocada por suas denominações, a veneração a Maria é responsável pela multiplicidade de nuances em seu caráter, que é admirado em aspectos parciais.

 

 

Lista dos nomes de Maria



Nome

Origem

Devoção


imagem encontrada perto da Abadia de Bouro, na arquidiocese de Braga, Portugal

Em Portugal, nome de mulher: “Maria da Abadia”;


relembra Maria junto à cruz, também implorando a Deus pelo gênero humano

Nome de mulher; “Maria da Ajuda”;


relembra o amor especial que Deus dedicou a Maria, escolhendo-a por sua Mãe;



relembra Jesus crucificado, entregando Maria como Mãe de todos os homens;

Nome de mulher: Maria do Amparo;


relembra as angústias de Maria ao presenciar a paixão e morte de Jesus;

toponímicos em Espanha, Portugal e Brasil;


Relembra Maria, como rainha das cortes celestes e também faz alusão à cidade de Assis, Itália, local para onde havia sido levado um pedaço do túmulo da Virgem e se ouvia sempre o canto dos anjos;

Nome de mulher; “Maria dos Anjos”;


Visita do arcanjo Gabriel a Maria

Nome de mulher, "Maria da Anunciação";

Nossa Senhora Aparecida, ou da Conceição Aparecida

Imagem encontrada no Vale do Paraíba (São Paulo)

Padroeira do Brasil. Nome de mulher: “Maria Aparecida”;


Apresentação de Maria, no Templo de Jerusalém;

Toponímicos;


Imagem que não foi pintada por mão humana, de devoção em Rossano, na Calábria

Nome comum de mulher, entre os italianos e seus descendentes; Paróquia do Bairro da Bela Vista, em São Paulo;


relembra a elevação de Maria, de corpo e alma, aos céus;

Nome de mulher; “Maria da Assunção”, “Assunta”;


relembra o auxílio de Maria ao Papa Pio VII, durante o domínio napoleônico;

Nome de mulher: “Maria Auxiliadora”;


relembra a maternidade de Maria, na cidade de Belém;

Nome de mulher: “Maria de Belém”; canções natalinas


relembra a proteção de Maria na hora dos partos e na hora da morte;



Proteção aos agonizantes;

Nme de diversas confrarias;


Maria é que traz aos homens a Boa Nova (Evangelho) do nascimento de Jesus;

Nome de mulher: "Maria da Boa Nova";


relembra Maria como protetora dos portugueses que partiam nas viagens de descobrimento do Novo Mundo;

Toponímicos;


relembra Maria como grande conselheira dos Apóstolos, cultuada desde o século V, na cidade italiana de Genazzano;



celebra o prestígio de Maria perante Deus, pelo despacho da encarnação do Verbo;

Toponímicos;


Nascimento de Jesus, tendo Maria permanecido virgem antes, durante e depois do parto.



relembra o socorro de Maria aos cristãos, celebrado, desde o século X, em Blosville, na Normandia;

Toponímicos;


relembra o auxílio da Mãe de Deus para os que almejam sucesso em seus tratamentos de saúde e nos seus empreendimentos materiais;

Toponímicos;


relembra as inúmeras graças concedidas, por seu intermédio, aos brasileiros;

Paróquia célebre de São Paulo;


relembra o fato de folhas brotarem numa altar de Nossa Senhora, no início do povoamento de Cuiabá, no estado de Mato Grosso, no século XVIII;

Toponímicos;


imagem encontrada no Pico da Cabeça, Serra Morena, na Andaluzia, no século XIII ;



relembra a proteção de Maria, no século XV, quando protegeu os portugueses, na sua esperança de chegar às Índias, dobrando o Cabo das Tormentas;

Toponímico;


relembra a purificação de Maria no Templo, comemorada com uma procissão luminosa;

Toponímicos;


relembra a purificação de Maria no Templo, comemorada com uma procissão luminosa;

Nome de mulher: “Maria Candelária”; célebres paróquias do Rio de Janeiro e de Itu


Aparição da Virgem , no século XV, em Caravaggio, cidade italiana próxima a Milão.;

Cruz de Caravaggio;

Nossa Senhora do Carmo, do Monte Carmelo

relembra o convento construído em honra à Virgem, nos primeiros séculos do cristianismo, no Monte Carmelo, na Samaria;



originária de cerimonial de carpição ou capina de um terreno onde foi ereta uma capela dedicada à Virgem Maria, em São José dos Campos, São Paulo, no século XIX;

Toponímico;

Nossa Senhora de Ceuta ou do Bastão

relembra o auxílio da Virgem Ana conquista de Ceuta, por Dom João I; sua imagem traz um rico bordão na mão, donde vem o termo “do Bastão”;

Toponímico;

Nossa Senhora da Conceição / da Imaculada Conceição

Relembra que Santana concebeu Maria, pura sem pecado.

Prenome feminino: Maria da Conceição, Conceição


relembra a Virgem como “Consoladora dos aflitos”, devoção iniciada por Santa Mônica;

Paróquia de São Paulo;


Imagem esculpida por um índio, Francisco Tito Iupanqui, no século XVI, na aldeia de Copacabana, às margens do Lago Titicaca;

Toponímicos;


relembra a correia da cintura da Virgem Maria, símbolo de pureza, com que as mulheres judias eram cingidas desde a infância;

Toponímicos;


relembra a proteção de Maria a uma confraria criada , no século XV, em Valência, Espanha, para acolher crianças desamparadas;

Confrarias;


relembra que a Virgem Maria liberta os homens das aflições da vida, desata os nós que os escravizam;

Célebre pintura de Johann Schmittdner (1700);


A fuga para o Egito

Toponímicos. Antigo nome de Florianópolis e de Jundiaí.


Devoção a Virgem Maria como pastora de almas, surgida no século XVIII, em Sevilha, Espanha;

Confrarias;


relembra que a Virgem confiou plenamente na Divina Proviência, entregando-se totalmente a Deus;

Confrarias;


Refere-se às sete dores da Virgem Maria: a profecia de Simeão, a fuga para o Egito, a perda do menino Jesus, o encontro no caminho do Calvário, a morte de Jesus, o golpe da lança e a descida da cruz, e o sepultamento de Cristo.

Prenome feminino: Maria das Dores


relembra a encarnação do Verbo no seio puríssimo da Virgem;

Nome de mulher: “Maria da Encarnação”;


A Virgem é comparada à “Escada de Jacó”, que liga o céu e a terra. També faz alusão aos trinta e um degraus que davam aceso a um santuário de Lisboa.;

Confrarias e toponímicos;


relembra a Virgem na esperança e na iminência do parto divino;

Confrarias;


imagem oculta por Dom Rodrigo, último rei dos visigodos, em 711, quando da invasão árabe; sendo descoberta, quando a Vila de Marvão, em Portugal, foi liberada do domínio muçulmano; Maria é chamada “Aurora da Salvação”

Confrarias;


relembra a Virgem na esperança e na iminência do parto divino;

Confrarias;

Nossa Senhora de Fátima, do Rosário de Fátima

Aparição em Fátima (Portugal)

Prenome feminino: Maria de Fátima ou apenas "Fátima"; Santuário de Fátima;


relembra que a vida da Virgem foi um contínuo “Ato de Fé, sendo esta devoção medieval originária da França e Bélgica;



relembra coroação da Virgem como rainha;

Nome de mulher: Maria da Glória, Glória;


imagem encontrada por pescadores na praia de cascais, Portugal, em 1362 e que apareceu a Catarina Álvares,Paraguaçu, no século XVI;

Nome de mulher: “Maria da Graça”, “Graça”;

Nossa Senhora das Graças ou da Medalha Milagrosa

relembra uma aparição feita a Catarina Labouré, em Paris;

Prenome feminino: Maria das Graças.


Aparição ao índio Juan Diego, em Guadalupe, México, em 1531

Prenome feminino: Maria Guadalupe, Guadalupe. Basílica de Nossa Senhora de Guadalupe;


relembra que a Virgem Maria guiou Jesus, na sua infância e juventude; é chamada pelos ortodoxos de “Odegitria” (‘οδεγός);

Confrarias;


relembra a padroeira da ilha de Lampadosa, no Mar Mediterrâneo, entre a ilha de Malta e a Tunísia;

Toponímicos. Tiradentes foi enforcado no Largo na Lampadosa, no Rio de Janeiro;


Imagem escondida dos muçulmanos numa lapa, no século X, pelas monjas beneditinas de Aguiar da Beira, sendo encontrada em 1498, por uma menina, que muda de nascença, começou a falar;

Toponímicos;

Nossa Senhora do Leite ou da Lactação

relembra a Virgem nutrindo o Menino-Deus com seu leite materno;

célebre igreja de Belém;


relembra a milenar devoção dos libaneses á Virgem Maria, e também o santuário construído, entre 1904 e 1908, no cume Haruça, no Monte Líbano, para honrar a Imaculada Conceição de Maria;

paróquias célebres em São Paulo e no Rio de Janeiro;


relembra o livramento do fidalgo português Rodrigo Homem de Azevedo, preso pelo Duque de Alba, no século XVI.;

Toponímicos;


refere-se à “Casa de Nazaré”, onde viveu a Virgem Maria, transladada para um bosque de loureiros, próximo a Recanati, na Itália;

ladainhas Loretanas (de Nossa Senhora);


Aparição, no século XIX, na Gruta de Massabielle, em Lourdes (França)

Nome de mulher: Maria de Lourdes ou apenas Lourdes.


refere-se a uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, mandada esculpir no Brasil, em 1630, por um português, residente na Argentina; que ao ser transportada, encalhou às margens do Rio Lujan ;

Toponímico;


imagem encontrada por Pedro Martins, entre uma estranha luz, que lhe apareceu em Carnide, Portugal; Maria é lembrada como aquela que apresenta seu Filho Jesus como “Luz das Nações”;

Confrarias. Famoso convento de São Paulo;


relembra a maternidade divina de Maria, cultuada desde os primeiros séculos e confirmada pelo Concílio de Éfeso ;

Toponícos. Antigo nome de Porto Alegre - RS;


relembra a proclamação de Maria como “Mãe de todo o povo de Deus”, pelo Papa Paulo VI, em 1964, durante o Concílio Vaticano II;



devoção surgida no convento de São Francisco das Chagas, no bairro de Xabregas, em Lisboa, relembrando que Maria além de Mãe de Deus é Mãe de todos os homens;

Confrarias;


relembra que a vida de Maria foi uma sucessão de maravilhas, das quais a maior foi a encarnação do Verbo. Isto atesta a própria Virgem, no canto do “Magnificat”;

Toponímico e cânticos;


Desde os primeiros séculos do cristianismo, Maria é invocada como protetora das viagens marítimas;

Confrarias;


Invocada em homenagem dos cristãos que tombaram no Cerco de Lisboa (1147)

Basílica de Nossa Senhora dos Mártires, em Lisboa


relembra o papel de intermediária entre o fiel e Jesus, devoção que teve origem em Veneza, durante a grande epidemia de 1630;



Aparição em Međugorje na Bósnia-Herzegovina.



relembra a infância da Virgem, do nascimento aos três anos junto a seus pais, São Joaquim e Sant'Ana; e dos três aos doze anos, no Templo de Jerusalém;

Cânticos;


relembra a aparição a São Pedro Nolasco, no início do século XII, solicitando a criação de uma Ordem destinada ao resgate de cristãos feito cativos pelos muçulmanos;

Ordem religiosa e confrarias;


relembra os grande prodígios operados pela Mãe de Deus, Onipotência suplicante e canal de todas as graças, a quem nada Deus recusa;

Confrarias;


Por conseguir inúmeros benefícios de Deus para os homens, Maria é chamada “Mãe de Misericórdia”; o título também lembra a proteção da Virgem ás Santas Casas de Misericórdia, cuja primeira do gênero foi fundada em Lisboa, em 1498;

Santas Casas de Misericórdia;


relembra que a Virgem é um monte altíssimo, que vence a altura de todos os outros montes, em santidade e virtude;

célebres igrejas: na Ilha da Madeira e em Olinda;


relembra a imagem da Virgem levada a Barcelona, Espanha, nos primeiros séculos do cristianismo, sendo que durante a invasão árabe, os cristãos esconderam a imagem na escarpada montanha de Monserrate. Mais tarde, esta imagem foi milagrosamente encontrada e no local foi construída uma grande abadia beneditina;



relembra o auxílio da Virgem Maria a um garimpeiro português, na vila de São Tomé de Muquém, no início da mineração em Goiás;

célebre romaria;


relembra o nascimento da virgem Maria, que, segundo a tradição, foi num sábado, 8 de setembro, do ano 20 a.C., na cidade de Jerusalém;

Confrarias e cânticos;


Maria é invocada como protetora dos navegantes, devoção que teve seu auge durante as cruzadas e, depois, durante o período das grandes navegações;

Confrarias;


relembra a vida da Virgem Maria, em Nazaré, junto à sua sagrada família;

Toponímicos. Círio de Nazaré;


refere-se a um milagre, anunciado pela Virgem Maria, de que em pleno verão, na noite de 4 para 5 de agosto, nevaria em Roma, o que realmente aconteceu no local onde hoje se ergue a basílica de Santa Maria Maior;

Antigo nome de João Pessoa, Paraíba;


Alusão à Nossa Senhora nas proximidades de seu parto. Houve um sermão proferido pelo Padre Vieira, onde compara as virtudes de Maria à "perfeição da letra o", símbolo da imortalidade e de Deus, de quem Maria é mãe. Referências às sete antífonas do Ó, nas proximidades do Natal.

Freguesia do Ó em São Paulo


refere-se a uma imagem levada para Guimarães, Portugal, por São Tiago, que a colocou num templo, ao lado qual havia uma oliveira. Também, a Virgem Maria é comparada na passagem bíblica: “sua glória é igual ao fruto da Oliveira” (Os 14,6);

Confraria;


recorda a proteção Virgem Maria às mães que estão para dar à luz;

Célebre recolhimento do Rio de Janeiro;


relembra a intercessão da Virgem Maria junto a seu Filho, em favor dos homens, como nas Bodas de Caná;

Toponímicos;


relembra a intervenção da Virgem Maria na devolução da catedral de Toledo, Espanha, aos cristãos;

Célebre mosteiro de Itapecerica da Serra;


relembra a Virgem como inspiradora e padroeira das letras e das artes;

Célebre igreja de Porto Seguro (1536); Igreja do Rio de Janeiro, no bairro de Jacarepaguá


relembra o milagre realizado, no início do século XVII, por intercessão da Virgem Maria invocada por Baltazar de Abreu Cardoso, fazendeiro brasileiro, que encontrou uma serpente ao subir um penhasco (penha) que levava à sua fazenda no Rio de Janeiro;

Bairro do Rio de Janeiro; Santuário Perpétuo no Rio de Janeiro


relembra a aparição da Virgem Maria a Simão Vela, monge francês, na serra chamada Penha de França, no norte da Espanha;

Bairro de São Paulo;


relembra a purificação de Maria no Templo, comemorada com uma procissão luminosa;

Nome de mulher: “Maria da Purificação”


Alusão à imagem de Nossa Senhora de Fátima

Peregrinação da imagem pelos lares católicos;


relembra a Virgem Maria como socorro dos cristãos, em suas horas de necessidade.Refere-se a um quadro milagroso da ilha de Creta, que após ser roubado, foi recuperado em Roma e posto, no século XIX, sob a guarda dos padres redentoristas ;

Confrarias;


relembra que Jesus, após o descimento da Cruz, foi entregue aos braços de sua Mãe Santíssima

Prenome feminino: Maria da Piedade. Pietà: famosa escultura de Michelangelo;


refere-se a uma aparição da Virgem Maria a São Tiago, que estava evangelizando em Saragoça. A virgem lhe apareceu sentada num pilar, donde lhe vem o nome;

Nome de mulher: “Maria do Pilar”. Célebres igrejas de Minas Gerais;


relembra a aparição da Virgem a Bartolo Longo, em Pompéia, no sul da Itália;

Bairro antigo de São Paulo;


refere-se à comparação de Maria à ponte donde passamos da terra para o céu;

Antigo nome de Sorocaba;


refre-se à máxima que diz: “Ninguém chega ao Pai, a não ser por Jesus; e nimguém chega ao Filho, a não ser por Maria”. Esta é uma das invocações das “Ladainhas Loretanas”, considerando pois que o culto da Mãe de Deus é a porta que leva os fiéis ao paraíso;

Ladainhas Loretanas;


refere-se a uma imagem bizantina colocada no célebre santuário, cuja construção foi iniciada no século VI, no bairro do Porto (Le Port), em Clermont-Ferrand, na França. Uma cópia deste ícone foi levada na batalha aos mulçumanos, para a retomada da cidade do Porto, em Portugal;

Cidade do Porto;


relembra a construção, pelo povo de Roma, de uma igreja dedicada à Virgem Maria, no local onde se erguera o mausoléu dos Domícios, família a qual pertencia o imperdor Nero;

Forte de Nossa Senhora do Povo (Forte do Mar), em Salvador;


relembra os sete principais prazeres da vida da Virgem Maria: a anunciação, a saudação de Santa Isabel, o nascimento de seu Filho, a visita dos Reis Magos, o encontro de Jesus no Templo, a primeira aparição de Jesus ressuscitado, a sua coroação no céu;

Célebres igrejas de Recife (Monte Guararapes) – PE e Diamantina-MG;


relembra a maternidade de Maria, na cena do presépio, conforme a tradição franciscana;

Presépios natalinos;


relembra que a Virgem Maria foi mãe, mestra e rainha dos apóstolos, que lhe devotavam especial veneração;

Ladainhas Loretanas;


relembra a coroação de Maria, após sua assunção aos céus;

Famosa antífona: Regina Cæli;


relembra que Maria é rainha de todos os homens, portanto digna de todos os louvores, por parte de todos;

Confrarias;


Imagem da Virgem Maria, padroeira do Movimento Apostólico de Schoenstatt, e relembra a aliança de amor que o padre Joseph Kentenich (1885 - 1968), selou pela primeira, 18 de Outubro de 1914, em Schoenstatt, Alemanha, com a Virgem Maria.;

Movimento de Evangelização “Mãe Peregrina”;


relembra a Virgem Maria como único remédio para todos os nossos trabalhos, angústias, necessidades e doenças;

Vila dos Remédios- Fernando de Noronha;


imagem encontrada no mar, no final do século XVII, por um pescador que vivia em Rocio, próximo a Paranaguá;

Padroeira do Paraná;


relembra a aparição da Virgem Maria a São Domingos de Gusmão, no século XIII, pedindo-lhe a divulgação do seu rosário de orações. A consagração definitiva do Rosário de Nossa senhora deu-se a 7 de outubro de 1571, com a vitória dos cristãos na batalha de Lepanto;



relembra que de Maria foi formado o coração divinal de Jesus;

Confraria;

Nossa Senhora da Salete (em francês: de la Sallete)

relembra a aparição da Virgem Maria, a 19 de setembro de 1846, a dois pastorinhos, na montanha de Salete, Isére, nos Alpes franceses;

nome de mulher; “Salete”;


relembra a imensa saudade que a Virgem Maria teve de seu Filho, nos três dias incompletos que seu corpo esteve no sepulcro;

Cemitérios “da Saudade”;


relembra que a Virgem Maria é fonte de vigor físico e moral para os homens;

Ladainhas Loretanas;


relembra que a Virgem Maria sempre socorreu o povo de Roma, em todas as suas situações de necessidade.

Célebre ícone, do século I, da Capela Paulina, na Basílica de Santa Maria Maior;


relembra a aparição da Virgem Maria, em 1842, em Roma, a Alfredo Ratisbona, ateu de origem judaica, que converteu-se ao catolicismo;

Congregação e Colégios do Sion;


relembra a solidão, a tristeza e saudade da Virgem Maria, por ocasião da paixão de seu Filho;

Topônimos;


similar à invocação de Nossa Senhora do Rosário, mas refere-se apenas a cinco mistérios da vida de Jesus;

Rezas de Terço. Célebre igreja do Recife;


relembra a visita da Virgem Maria a sua prima Santa Isabel;

Congregação das visitandinas;


relembra que a Virgem Maria, vitoriosa, pode levar os cristãos à vitória em suas vidas. Em Portugal, foi introduzida a devoção por Dom João I, para comemorar a vitória na Batalha de Aljubarrota;

Famalicão

Roberto Carlos - Todas as Nossas Senhoras

Sem comentários:

Enviar um comentário

Canales Deportes y Películas

««« SAT TOTAL REPLAY »»»

Arquivos do BLOG

CANAL SAPO VÍDEOS

Atualize por e-mail